Hospital Santa Rita

Afecc

Educar, prevenir, diagnosticar, tratar, reabilitar, prestar assistência social integrada e reintegrar na comunidade o paciente com câncer.

Histórico

​O médico, oncologista, Dr. Afonso Bianco prestava assistência aos pacientes com câncer na Santa Casa de Misericórdia de Vitória -ES, única instituição que oferecia tratamento oncológico.
 
Diante disso, ele e sua esposa, Ylza Bianco, começaram a movimentar ideias empenhando-se em reunir senhoras da sociedade em favor da saúde capixaba. A mobilização avança e em 28 de abril de 1952 nasce a Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer, Afecc.
 
Mas esse foi apenas o primeiro passo. Pouco a pouco a Associação cresceu e junto com ela o sonho de ter uma infraestrutura adequada, que pudesse prestar assistência de qualidade aos doentes. Decidiram pela construção de um hospital.
 
Em 1964 a Afecc recebeu uma importante ajuda da Central Evangélica da Alemanha e finalmente em 1967, o governo estadual doou definitivamente o terreno para a edificação do hospital.
 
Em 31 de março de 1970 o Hospital Santa Rita da Cássia é inaugurado. Estava nascendo uma nova esperança para o tratamento de doentes com diagnóstico de câncer. A Afecc é administrada por uma Diretoria Voluntária, sem remuneração e conta com uma equipe de 340 voluntários, trabalhando unida, em prol de um objetivo comum que é o de promover o bem estar do paciente.
 
A integração dos profissionais das áreas médica e social, voluntariado e familiares, propicia toda a assistência ao paciente, não apenas quando encontram-se internados mas, também domiciliados. Isso faz com que o paciente tenha um tratamento continuado, sem interrupções e, consequentemente com uma eficácia maior e maiores chances de recuperação.
 
Neste meio século de constante busca pela excelência no trabalho assistencial que realiza, a Afecc orgulha-se de ter conquistado a credibilidade e o respeito da sociedade capixaba, tendo como objetivo o cumprimento de sua missão.
O médico, oncologista,  Dr. Afonso Bianco prestava assistência aos pacientes com câncer na Santa Casa de Misericórdia de Vitória-ES, única instituição que oferecia tratamento oncológico.
 
Diante disso, ele e sua esposa, Ylza Bianco, começaram a movimentar idéias empenhando-se em reunir senhoras da sociedade em favor da saúde capixaba. A mobilização avança e em 28 de abril de 1952 nasce a Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer, Afecc.
 
Mas esse foi apenas o primeiro passo. Pouco a pouco a Associação  cresceu e junto com ela  o sonho de ter uma infraestrutura adequada, que pudesse prestar assistência de qualidade aos doentes . Decidiram pela construção de um hospital.
 
Em 1964 a Afecc recebeu uma importante ajuda da Central Evangélica da Alemanha e finalmente em 1967, o governo estadual doou definitivamente o terreno para a edificação do hospital.
 
Em 31 de março de 1970 o Hospital  Santa Rita da Cássia  é inaugurado. Estava nascendo uma nova esperança para o tratamento de doentes com diagnóstico de câncer.  A Afecc é administrada por uma Diretoria Voluntária, sem remuneração e conta com uma equipe de 340 voluntários, trabalhando unida, em prol de um objetivo comum que é o de promover o bem estar  do paciente.
 
A integração dos profissionais das áreas médica e social, voluntariado e familiares, propicia toda a assistência ao paciente, não apenas quando encontram-se internados mas,  também domiciliados. Isso faz com que o paciente tenha um tratamento continuado, sem interrupções e, consequentemente com uma eficácia maior e maiores chances de recuperação.
 
Neste meio século de constante busca pela excelência no trabalho assistencial que realiza, a Afecc orgulha-se de ter conquistado a credibilidade e o respeito da sociedade capixaba, tendo como objetivo o cumprimento de sua missão.

compartilhe: