Hospital Santa Rita

Notícias

Acompanhe as notícias da Afecc

Acaps Panshow 2019

As mulheres que lotaram a plateia do Evento Feminino, dia 18/9, para assistir a palestra da antropóloga Mirian Gooldenberg, na Super Feira Acaps Panshow 2019, também ficaram conhecendo um pouco mais sobre o trabalho realizado há 67 anos pela Afecc.
 
A presidente da Associação, Marilucia Dalla, minutos antes da palestra principal, apresentou os projetos sociais desenvolvidos, falou da importância da detecção e tratamento precoce do câncer, informou que toda a Diretoria da Afecc é voluntária e convidou as participantes para conhecer o estande da Afecc, montado com produtos Outubro Rosa 2019. O estande foi cedido pela organização do evento, que há quatro anos convida a Diretoria da Associação para participar da Feira.
 
Ao convidar as mulheres para visitar o estande da Afecc, Marilucia Dalla aproveitou para esclarecer as pessoas não compram os produtos Afecc – Outubro Rosa. Elas doam para os projetos sociais da Associação o valor correspondente ao produto desejado. Toda a renda arrecadada é destinada aos projetos sociais desenvolvidos em benefício dos pacientes do SUS em tratamento de câncer no Hospital Santa Rita de Cássia. Atualmente, 19 projetos são desenvolvidos (confira aqui no site).
 
Aprimorar as habilidades criativas que cada mulher possui para conquistar o sucesso em todas as dimensões de sua vida: física, mental, emocional, espiritual e profissional  é o objetivo do Evento Feminino, e a Afecc é um exemplo de case de sucesso para ser compartilhado.

Palestra principal
A palestrante Mirian Goldenberg, em sua palestra “A Invenção de uma Bela Velhice”, no Evento Feminino, abordou a importância dos projetos de vida, a liberdade alcançada atualmente com a maturidade, mas muito necessária em todas as etapas da vida; bem como a valorização da amizade, do trabalho e do universo feminino como um todo. “Precisamos dar valor ao que realmente nos importa, ao que nos proporciona bem-estar.“

Ela fez comparações entre as preocupações que envolvem a mulher brasileira e a mulher alemã. Segundo ela, que realiza diversas pesquisas sobre o comportamento feminino e realizou alguns estudos na Alemanha, a brasileira se preocupa muito com a estética e a idade, enquanto a alemã se ocupa com o seu bem-estar. Por fim, ela deixou um recado: “somos todos velhos e ser velho é lindo!”

compartilhe: