Hospital Santa Rita

Notícias

Acompanhe as notícias da Afecc

Sua saúde

Listamos para você os principais cuidados nesse período de fortes chuvas e enchentes. Leia com atenção.

ÁGUA PARA BEBER E COZINHAR
 
  • Utilize, preferencialmente, água engarrafada de procedência conhecida e dentro da validade para consumo. Se não for possível, use água filtrada e fervida ou clorada.
 
  • Descarte a água que teve contato com a água de enchentes. Ela não deve ser usada nem para lavar utensílios.
 
  • Se tiver dúvidas, a água mesmo sendo engarrafada deve ser fervida ou clorada antes de consumida.
 
 
AÇÕES REFERENTES A ALIMENTOS
 
  • Os alimentos com embalagem em plástico (garrafas PET, leite em saco, grãos ensacados) que não foram abertos, mas que tiveram contato com água da enchente devem ser descartados, bem como os alimentos com embalagens em latas, plásticos e vidros que apresentem sinais de alteração, como inchaço, esmagamento, vazamento, ferrugem, buracos, tampas estufadas e com outros danos, mesmo que não estejam abertos.
 
  • Os alimentos industrializados e embalados em vidro, lata e caixa tipo “longa vida” que não estejam danificados, amassados, enferrujados ou abertos podem ser consumidos desde que as embalagens sejam higienizadas com hipoclorito de sódio 2,5%.
 
 
CUIDADOS COM DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS
 
Casos de leptospirose costumam aumentar imediatamente após alagamentos e enchentes, quando as águas ainda estão baixando, ou quando as pessoas retornam às suas residências e fazem a limpeza das casas.
 
É preciso, também, estar atento à presença de animais peçonhentos, como serpentes, aranhas e escorpiões em regiões alagadas. Esses animais procuram locais secos e costumam invadir as residências, aumentando o risco de acidentes.
 
 
COMO SE PREVENIR

• Evite o contato com água ou lama de enchente ou esgoto.
• Impeça que crianças nadem ou brinquem nestes locais, que podem estar contaminados pela urina dos ratos.
• Não entre em ambientes de lama ou em locais de criação de animais sem proteção adequada, como luvas e bota.
• Após as águas baixarem, será necessário retirar a lama e desinfetar o local (sempre se protegendo).
• Deve-se lavar pisos, paredes e bancadas, desinfetando com água sanitária, na proporção de 2 xícaras das de chá (400 ml) desse produto para um balde de 20 litros de água, deixando agir por 15 minutos.
• Pessoas que trabalham na limpeza de lama, entulho e esgoto devem usar botas e luvas de borracha para evitar o contato da pele com água e lama contaminadas (se isto não for possível, usar sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés).
• O lixo doméstico deve ser ensacado e posto fora de casa, no alto, pouco antes de o lixeiro passar.
• É importante manter limpos quintais, terrenos baldios, ruas e córregos, evitando entulhos e objetos inúteis.
• Terrenos baldios devem ser limpos, murados e sem lixo.
 

FONTE:
Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde

compartilhe: