Hospital Santa Rita

Notícias

Acompanhe as notícias da Afecc

Tire suas dúvidas sobre o câncer

Quais são os sinais e sintomas mais comuns do câncer?
Nosso corpo nos dá muitos sinais e sintomas quando o câncer começa a aparecer. Perda de peso inexplicada, febre, fadiga, dor e alterações na pele são os mais comuns. Ter um desses sintomas não significa que você tenha câncer, pois muitas outras coisas também podem causar esses sinais. Entretanto, se estiver com algum desses sintomas por um longo período de tempo ou se piorarem, consulte um médico para descobrir a causa.

Descobri um tumor. E agora?
É importante diferenciar o tumor benigno de um tumor maligno. Os tumores benignos normalmente são menos agressivos e estão confinados num determinado local, ou seja, não se espalham para o corpo. Os tumores malignos, ou cânceres, podem se espalhar e normalmente são mais agressivos e podem por a vida do paciente em risco. Tumores benignos são comuns na pele e nas mamas. É importante também saber que alguns tumores benignos predispõem o aparecimento de tumores malignos, portanto, trate-se o mais cedo possível.

Por que devo fazer exames regularmente?
Um dos conselhos que os especialistas fornecem é o seguinte: se você possui algum fator de risco para um determinado tipo de câncer (como histórico familiar de câncer, ser tabagista, ter sobrepeso, etc), faça exames constantemente. Mulheres devem se submeter anualmente a exames de mamografia e Papanicolau, assim como homens acima de 35-40 anos devem fazer exame de próstata. O mesmo vale para outros tipos de tumores.

Meu exame acusou câncer. Meu mundo acabou?
Não se desespere! Primeiramente é importante saber com o que está lidando. Converse com o seu médico para entender o que é essa doença e como ela afetará o seu corpo. Cada tipo de câncer tem características diferentes dependendo do órgão atingido, assim como evolução e agressividade diferentes.

Como é o tratamento para o câncer?
O tratamento para o câncer, independentemente do tipo de tumor, não é fácil e precisa de comprometimento tanto do paciente quanto da equipe médica. A primeira coisa a perceber é que os medicamentos indicados para o tratamento do câncer (quimioterapia), bem como a radioterapia afetam todo o corpo e não só as células doentes.

Qual a diferença entre quimioterapia e radioterapia?
A quimioterapia administra medicamentos isoladamente ou associados entre si, por via intravenosa, cujo o objetivo é destruir as células tumorais preservando as células normais. Já a radioterapia utiliza a radiação ionizante, capaz de destruir as células tumorais. É um tratamento feito em região bem determinada, que engloba a área do tumor, com cuidado de preservar os tecidos vizinhos.
 

compartilhe: