Hospital Santa Rita

Notícias

Acompanhe as notícias da Afecc

Tonho dos Couros anima festa de Fim de Ano do Premma

Os participantes do programa de Reabilitação de Mulheres Mastectomizadas (Premma) ganharam uma surpresa na manhã do dia 17 de dezembro, quando comemoravam o final de mais um ano de atividades. O humorista Tonho dos Couros compareceu à confraternização e provocou boas gargalhadas.

A convite da doutora em Enfermagem e coordenadora do Premma, Maria Helena Costa Amorim, o humorista fez uma apresentação especial e voluntária, contando piadas e “causos” muito divertidos.

A animação tomou conta de todos que, após o evento, aproveitaram para tirar fotos com o artista. Como ele não estava caracterizado, poucos o reconheceram, o que possibilitou sua chegada de forma silenciosa e a grande surpresa do dia.

A confraternização de final de ano do Premma foi na própria sala do programa, localizada no ambulatório da Afecc – Hospital Santa Rita de Cássia.

15 anos de Premma
O evento do dia 17 também marcou os 15 anos do Programa, criado no dia 29 de setembro de 1999 por meio da parceria firmada entre a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e a Afecc – Hospital Santa Rita de Cássia.

A proposta, informa Maria Helena, é sistematizar o atendimento à pessoa mastectomizada de modo interdisciplinar e fundamentado nas habilidade específicas de cada área do conhecimento em saúde.  Há 15 anos, todas as segundas, terças e quartas-feiras são realizados encontros em que se discute em grupo o que desenvolver naquele período.

Dentre os trabalhos realizados estão dinâmicas, imagem corporal, uso de prótese, postura corporal, cuidados com a saúde e o bem-estar, sexualidade, atividades profissionais.  O grupo atendido pelo Premma também passa por consultas individuais e em grupo e realiza exercícios de  reabilitação para evitar que o membro localizado do mesmo lado da cirurgia (homolateral) fique comprometido.

De acordo com Maria Helena, a pessoa que participa cerca de duas vezes por semana das atividades propostas pelo Programa retorna, em alguns meses, a suas atividades normais sem comprometer o membro homolateral à cirurgia. Muitas pacientes do Premma, inclusive, voltaram ao mercado de trabalho após as oficinas de artesanato realizadas pelo Programa.

O Premma é formado por uma equipe multiprofissional, composta por psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, acadêmicos e professores da Ufes que, além do atendimento às pessoas mastectomizadas (que precisaram retirar o seio devido ao câncer de mama), desenvolvem  pesquisas relacionadas ao câncer de mama.

Para ser incluído no Premma, o paciente precisa ser encaminhado por profissionais do Hospital Santa Rita de Cássia e estar em tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

 

compartilhe: